Transtorno de ansiedade: qual médico procurar?

Já ficou preocupado antes de uma entrevista de emprego? Ou já teve uma noite de insônia antes de viajar? Esses casos podem ocorrem com todas as pessoas. Porém, quando há uma frequência com sintomas físicos, é preciso buscar ajuda médica. Afinal, qual médico procurar para o transtorno de ansiedade?

Entenda melhor sobre a diferença entre nervosismo comum e o distúrbio afetivo. Por fim, descubra qual especialista cuidará desse caso.

Transtorno de ansiedade ou nervosismo?

Ficar ansioso é uma resposta natural do organismo em ocasiões adversas. Por exemplo, em momentos perigosos, imprevisíveis ou com a chance de serem desagradáveis.

Porém, existe uma patologia chamada Transtorno de Ansiedade Generalizada, que é a mais comum. Ela pode ser identificada na medicina pelo CID 10 – F41.1. O distúrbio é limitante e pode atrapalhar a autonomia de uma pessoa. Com isso, acontece uma grande dificuldade na vida normal do paciente.

Essa é a grande diferença entre transtorno de ansiedade e nervosismo. O primeiro impede que o indivíduo realize suas tarefas comuns, sendo incapacitante. Já a preocupação comum, causa uma sensação desconfortável, mas não bloqueia nenhuma ação rotineira.

Por isso, quando o quadro evolui para um peso, ele deve ser tratado. Existem diversas soluções práticas contra essa dificuldade, como os suplementos naturais contra a ansiedade. Em muitos casos, apenas esse cuidado já é capaz de acabar com o problema. Porém, para algumas pessoas será preciso consultar um especialista.

Qual médico procurar para o transtorno de ansiedade?

O primeiro profissional de saúde que deve ser consultado é o psicólogo. O terapeuta tornará o caso mais claro, fazendo a avaliação das raízes da ansiedade. Por isso, a terapia cognitiva é um passo fundamental para vencer os transtornos afetivos.

Dependendo da evolução do paciente, o psicólogo poderá encaminhá-lo para o psiquiatra. Isso ocorrerá quando os efeitos atingirem o bem-estar físico da pessoa. Em geral, os sintomas acontecem devido a uma alteração na química cerebral. Por isso, apenas o medicamento poderá reverter a situação.

O terapeuta não pode prescrever medicações, apenas realizar o tratamento com diálogos. Por isso, será necessário fazer uma consulta com o psiquiatra, responsável por prescrever o remédio correto para cada quadro em específico.

Em geral, o profissional indicará um ansiolítico leve, que pode aumentar as dosagens ou diminuir conforme os relatos do paciente. Porém, o uso contínuo não é recomendado, uma vez que podem causar dependência.

Quais são os tratamentos contra o transtorno de ansiedade?

Os tratamentos para a ansiedade englobam soluções naturais e medicamentosas. Entre as opções sem químicas prejudiciais está a suplementação para regular o humor a base de triptofano. Esse aminoácido atua estimulando a produção de serotonina, o hormônio do bem-estar.

Há também os chás calmantes, a terapia cognitiva feita com o psicólogo e, por fim, o uso de remédios contra a ansiedade, prescrito pelo psiquiatra. A indicação de cada um dependerá do nível em que se encontra a dificuldade.

Então, ao entender mais sobre o transtorno de ansiedade é possível descobrir qual médico procurar. Não hesite em optar pela ajuda especializada caso sinta necessidade. A sua saúde deve estar sempre em primeiro lugar.

Quer saber mais sobre os suplementos naturais contra a ansiedade? Então, visite o site oficial de Triptopax, solução de sucesso nos Estados Unidos e agora no Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *