A insônia pode ser sintoma de outras doenças! Saiba mais

Mais de 70 milhões de brasileiros sofrem com dificuldades para dormir. Porém, a falta de sono também está relacionada a diversos problemas. Entenda como a insônia pode ser sintoma de outras doenças.

Ao tratar a causa da insônia é muito mais fácil resolver o quadro. Não adianta usar métodos paliativos sem curar a verdadeira fonte das noites em claro. Veja mais sobre isso no decorrer do artigo.

Motivos que levam à insônia

A insônia é caracterizada em primária (quando não há outras condições associadas) e secundária (devido ao uso de remédios, drogas ou doenças). Além disso, a falta de sono pode surgir de hábitos noturnos prejudiciais.

Logo, o consumo em excesso de cafeína, nicotina e álcool pode atrapalhar o repouso. Contudo, não é apenas o uso de substâncias estimulantes que prejudica uma noite tranquila. O costume de passar o dia conectado com smartphones e computadores também é um agravante para a insônia.

Os aparelhos eletrônicos atrapalham o sono devido a sua luz azul. Essa luminosidade confunde o cérebro e não permite que ocorra a liberação do hormônio do sono, a melatonina.  

Porém, há distúrbios afetivos que também causam os problemas para dormir. Entre eles estão: a ansiedade, a depressão e o estresse. Logo, essas dificuldades secundárias podem ser a real causa da insônia.

Doenças que causam insônia

Existem vários problemas que podem ser o motivo real da insônia. Assim, é preciso buscar um tratamento completo para a insônia. Ou seja, um método integrativo que cuide dos aspectos emocionais ou físicos da dificuldade para manter o sono. Então, veja quais doenças podem levar aos problemas de sono.

Ansiedade

Uma pessoa ansiosa não consegue ficar tranquila sobre o seu futuro. Assim, ao deitar para dormir, diversos pensamentos e preocupações invadem sua mente. Por isso, é fundamental tratar a ansiedade para dormir melhor.

Apneia do sono

A apneia obstrutiva do sono é uma dificuldade que bloqueia as vias respiratórias. Com isso, a pessoa está dormindo normalmente, mas acorda devido à falta de ar. Então, é importante buscar um tratamento adequado para esse mal.

Depressão

Os indivíduos que sofrem com depressão passam por dois extremos em relação ao sono. Ou seja, ou eles apresentam hipersonia (dormem muitas horas por dia) ou sofrem com a insônia. Logo, é fundamental cuidar da depressão antes de ela evolua.

Estresse

Uma pessoa estressada sempre leva os aborrecimentos para casa. Dessa forma, ao tentar dormir, todo o efeito de um dia estressante volta a atormentar. Com isso, é essencial procurar um tratamento contra o estresse para recuperar a paz dos seus dias.

Problemas respiratórios

Quem apresenta bronquite, rinite, sinusite e outras alergias respiratórias pode ficar acordado toda a noite. Por não conseguir respirar regularmente, é muito difícil para que o corpo entre em estado de relaxamento e possa descansar.

Em todos esses casos, a insônia é um sintoma de outras doenças. Por isso, é importante remediar os motivos que levam à falta de sono. Assim, será possível ter uma noite de sono tranquilo.

Você passa por alguns desses problemas secundários que levam à insônia? Deixe  sua experiência nos comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *